| Sistemas de intralogística Europa AtualidadesCentro de imprensaReferências Novidades

Armazém automático de produtos longos e peças pequenas para sistemas de perfis de alumínio

10.000 produtos longos e 7.000 paletes euro cabem no novo armazém elevado de heroal. Um sistema intralogístico da Vollert controlado centralmente assegura um fluxo suave de materiais entre o recebimento e a expedição.

heroal produz anualmente mais de 60 milhões de metros de perfis de alumínio com revestimento em pó, para janelas, portas e fachadas. Acrescentam-se os sistemas perfilados para persianas, portas de enrolar, sombreamentos e para setor fotovoltaico. A fim de lidar com os grandes volumes de forma eficiente e para entregar a mais de 3.000 clientes no mundo inteiro em tempo hábil, heroal investiu na cidade alemã de Hövelhof perto de Paderborn em um centro de logística completamente novo. Cobrindo uma área total de 60.000 m2 está o armazém elevado com oito corredores para mercadorias longas e corredores para as peças pequenas, além de um armazém com 20.000 m2 de espaço. A conexão dos onze transelevadores para as entregas e o comissionamento com a expedição foi assumida em março de 2010 pelos especialistas em cargas pesadas da Vollert. Afinal, as cestas de transporte pesam até 2,3 toneladas.

Tecnologia de cargas pesadas, sem estardalhaço

A partir da entrega e até a expedição, o transporte interno se desenvolve de forma totalmente automática. Apenas o comissionamento dos pedidos dos clientes é feito manualmente, separando os produtos longos das peças pequenas. Grandes quantidades são comissionadas através de uma solução by-pass. Uma vez que os postos de trabalho dos trabalhadores estão perto do sistema de transporte, não são usadas rodas de aço, e sim pneus de borracha dura Vulkollan notadamente silenciosos. Para obter baixo desgaste são usados modelos com maior largura. O transporte de ida e volta das cestas com os perfis de alumínio de até 7,2 m de comprimento é distribuído em dois níveis. A entrega e retirada ocorrem no piso térreo, e a entrada e retorno das cestas de transporte vazias acontece a 4 m de altura. Um guindaste automático em frente do armazém elevado opera em uma via de 60 m de comprimento atendendo oito carros de entrada para as unidades de posicionamento nas prateleiras de materiais longos. Sensores medem o comprimento e a altura das cestas. Depois disso, o controle seleciona automaticamente a posição de armazenamento adequada. No armazém de peças pequenas, também se efetua um controle de peso, alturas e espaços livres das gaiolas e palete euro deslocados por transportadores de roletes e corrente e que partilham a mesma tecnologia de transporte. Para evitar tempos de inatividade, dois elevadores descem os paletes para sua saída ao carro distribuidor sobre trilhos, que os distribuem às quatro estações de comissionamento.

25.000 cestas em circulação

Particularmente interessantes são as cestas de transporte da heroal. "Por muitos anos eles estão em circulação com clientes e fornecedores - um total de cerca de 25.000 peças- e estão parcialmente deformados pelo empilhamento manual", explica o Gerente de Projetos Dieter Schäfer da Vollert. "No entanto, queríamos manter as cestas por razões de custo, é claro". Todos os sistemas foram por esta razão adaptados ao material existente. Além disso é feita uma medida de tolerância no elevador de cestas cheias na sua entrega. Cestas com deformação maior são removidas. Isto assegura um funcionamento sem problemas de armazém. "Como nosso centro de logística lida com todas as entregas aos clientes, a fabricação no prazo e uma transferência suave entre armazéns foi muito importante para heroal", salienta Ralf Meermeier, Gerente Técnico da heroal. Para isso, o armazém teve de ser completamente carregado semanas antes. "E os caras da Vollert fizeram um bom trabalho - apesar do curto tempo de implementação. Conseguimos iniciar a operação do novo armazém sem atrasos no ano novo e desde então fornecemos desde Hövelhof a todo o mundo".

Mostrar PDF