| Atualidades Novidades

Hans-Jörg Vollert participa em Bruxelas do 5º Parlamento Europeu de Empresas (EPdU)

Por um dia, 500 empreendedores entraram no rol de parlamentares europeus no 5º Parlamento Europeu de Empresas, em Bruxelas. Entre eles, como representante da Alemanha, Hans-Jörg Vollert da empresa fornecedora de plantas industriais Vollert, de Weinsberg.

Ao redor de 500 empresários de toda a Europa deixaram em Bruxelas uma marca impressionante da força da economia europeia. No 5º Parlamento Europeu de Empresas (EPdU) na quarta-feira, 10 de outubro, eles assumiram por um dia o papel de seus delegados nacionais. "A economia deve estar envolvida ativamente quando se trata do futuro da Europa, especialmente nestes tempos. A preservação e expansão do mercado interno é de suma importância para a economia alemã", enfatizou Eric Schweitzer, Presidente das Câmaras Alemãs de Indústria e Comércio (DIHK).

Empresários defendem a Europa

O Parlamento Europeu de Empresas é organizado pela Confederação Europeia, a Eurochambres. Os empresários puderam, no hemiciclo do Parlamento, dirigir as suas perguntas relacionadas à escassez de profissionais, à política comercial, ao aumento do protecionismo, sobre o Brexit e o futuro da União Europeia, diretamente aos representantes da EU. Presente nesse dia esteve Hans-Jörg Vollert, sócio-gerente da empresa fornecedora de plantas industriais Vollert de Weinsberg, no sul da Alemanha. "Cada um de nós é a Europa, e especialmente em tempos frágeis, como os atuais, é ainda mais do que nunca necessário defender o livre comércio e adotar uma posição conjunta para uma Europa forte no mundo"

Em Bruxelas participaram 96 empresários de várias indústrias de todo o território federal da Alemanha - o que corresponde ao número de eurodeputados alemães no Parlamento Europeu. A delegação alemã foi a DIHK, a ZDH e a Wirtschaftsjunioren Deutschland.

Durante o encontro os participantes tiveram também a oportunidade de partilhar pontos de vista com Günther Oettinger, Comissário da EU. Paralelamente, o vice-presidente do Parlamento Europeu, Rainer Wieland, bem como o eurodeputado Daniel Caspary e Reinhard Bütikofer emitiram opiniões nos painéis de discussão.