Referenz Daerden 2019 3
| Produção de concreto pré-moldado Europa AtualidadesCentro de imprensaReferências Novidades

Pré-lajes “just in time" para o setor imobiliário belga

A Daerden, especialista belga em materiais de construção, amplia a sua capacidade de produção seriada de peças semiacabadas de concreto pré-fabricado. Agora será possível fornecer aos clientes, just in time e em até 24 horas, as pré-lajes necessárias para a crescente indústria de habitação belga. Isso é possível graças aos processos automatizados e à tecnologia Vollert.

Referenz_Daerden_2019

Com 372,8 habitantes por km2, a Bélgica é um dos países mais densamente povoados do mundo, ocupando o 11º lugar à frente da Alemanha ou da França. Dos 11,4 milhões de cidadãos, a maioria vive em grandes cidades e em áreas suburbanas. A demanda por apartamentos, e especialmente de moradias sociais, está crescendo fortemente. "Na Bélgica, 80 % dos edifícios residenciais têm mais de 20 anos. Temos uma demanda reprimida, portanto o boom da indústria da construção e os projetos de construção de nossos clientes aumentam, relata também Patrick Vos, proprietário e Diretor Geral da Daerden, especialista em materiais de construção. "O governo local da Valônia está investindo mais de 240 milhões de euros em habitação social apenas nos próximos anos". De acordo com o Serviço de Estatísticas Statbel, nesta região do sul da Bélgica faltam cerca de 150.000 unidades habitacionais sociais para os próximos oito anos.

"As empresas de construção e os arquitetos de toda a Bélgica confiam cada vez mais no sistema de construção pré-fabricado", afirma Patrick Vos. Cronogramas fixos para projetos de construção e processos controlados industrialmente na pré-produção garantem um progresso confiável na execução da construção em tempos mais curtos. "Até agora, e durante vários anos, fabricamos com sucesso pré-lajes e peças especiais de concreto, como pilares e vigas, para clientes em toda a Valônia. Nosso objetivo é estar permanentemente em condições de fornecer aos nossos clientes a curto prazo, em 24 horas, se for necessário. Nos últimos um a dois anos, no entanto, aumentou a demanda por elementos de concreto pré-fabricados e semiacabados, especialmente para pré-lajes, especialmente para projetos de construção maiores. Reagimos a essa situação".

Processos de produção adaptados de forma flexível à posição das encomendas

Em 1995, a Daerden foi realmente pioneira com sua fábrica de concreto na área industrial Op´t Reeck em Riemst, recentemente desenvolvida, perto de Maastricht. Hoje, quase 25 anos depois, a empresa continua a sua expansão. Para os planos de expansão, foi adquirido em 2017 um terreno adicional de 4,19 ha junto ao edifício principal já existente. Philippe Marrié, Gerente de Vendas de Projetos da especialista em plantas de prá-fabricados Vollert, que como um experiente contratado geral forneceu o know-how e a tecnologia da planta, descreve isto desta forma: "Afastar-se de uma solução puramente estacionária, indo para um conceito de planta moderna para a produção de pré-lajes, com processos flexíveis e a aplicando a mais recente tecnologia". "Com essa finalidade, adaptamos de forma otimizada o grau de automação dos componentes da instalação e dos processos, às exigências e capacidades da Daerden".

Em um conceito de circulação, transitam até 20 paletes de cofragem de forma simultânea e permanente. Philippe Marrié acrescenta: "Máxima produtividade do sistema em uma pequena área de 63 x 20 m". Poderão ser produzidos mais de 100.000 m2 de pré-lajes por ano. "Garantimos aos nossos clientes a máxima prontidão de entrega. Deve ser possível produzir just in time elementos com comprimento e largura diferentes. Devemos reagir a isso rapidamente e ser capazes de adaptar rapidamente as sequências do sistema e as alocações de paletes", explica Bart Thijs, Gerente Técnico da Daerden. Para este efeito, em um palete de circulação (13 m x 2,80 m), podem ser produzidas simultaneamente pré-lajes de diferentes tamanhos, apenas a fôrma da borda lateral tem montagem fixa. Os processos de produção e estocagem são controlados centralmente através do sistema de fabricação VCC (Vollert Control Center), que gera a lista de planejamento de pedidos, otimiza as cargas dos paletes, determina a sequencia de entradas e saídas do estoque e determina os tempos de cura e as operações de carregamento. As avaliações estatísticas da eficiência da planta estão disponíveis a qualquer momento. Impressão de rótulos ou relatórios tornam o processo de produção transparente e simplificam o gerenciamento da posição no depósito.

O grau certo de automação é decisivo

Para um registro preciso dos contornos das lajes, uma plotter grande SMART PLOT aplica cores de acordo com as especificações CAD/CAM, antes dos perfis serem posicionados manualmente e da inserção das armaduras. Um distribuidor de concreto SMART CAST aplica com precisão a quantidade de concreto especificada, onde comportas planas operadas hidraulicamente podem preservar espaços individuais, por exemplo, para as cavidades elétricas ou sanitárias. O concreto é compactado usando uma estação vibratória SMART COMPACT2, criando uma superfície lisa inferior no concreto aparente. Isto é feito em baixa frequência e, portanto, sem grande emissão de ruído, o que era uma exigência devido à proximidade da área industrial Op´t Reeck com as zonas residenciais adjacentes. Um dispositivo de desbaste torna em seguida a superfície superior áspera para uma melhor aderência com o concreto na própria obra.

Outro destaque técnico: a câmara de cura VArio CURE, totalmente isolada, com duas torres de estantes dispostas em série. O sistema de armazenagem com 17 compartimentos de paletes sobrepostos e um nível de passagem intermediário oferece um conceito particularmente inovador, que economiza espaço graças ao design em tandem. Após a concretagem, a pré-laje recém concretada desloca-se no nível do solo para o nível intermediário da câmara de cura, e outra pode suceder em série. "O que é especial aqui é que há 8 compartimentos de armazenagem abaixo do nível de entrada e outros 9 por cima", explica Frank Langenfeld, Gerente de Projetos da Vollert. Um robô de armazenagem estacionário VArio STORE, instalado centralmente atrás das duas torres de armazenagem, assume a primeira pré-laje entrante, enquanto que a segunda pré-laje entra na torre de armazenagem frontal com um sistema de acoplamento especial. As seguintes operações de armazenamento e retiradas são realizadas de acordo com o mesmo princípio tandem. Portas de elevação por compartimento asseguram que não haja perda de calor durante os ingressos e retiradas. Após a cura completa, uma travessa elevatória SMART LIFT remove as pré-lajes para seu carregamento e transporte até o canteiro de obras do cliente.

Bem posicionados para o futuro

"A tecnologia de ponta e uma automação de grau apropriado são as marcas deste conceito de planta", resume Patrick Vos. "Acima de tudo, os processos de trabalho flexíveis nos permitem reagir rapidamente a uma situação variável de pedidos. E, é claro, entregar uma qualidade ímpar aos nossos clientes." Graças aos componentes de planta, que já por muitos anos comprovaram seu valor na prática, combinados com desenvolvimentos detalhados e um planejamento preliminar específico para o cliente, todo o novo projeto de construção foi concluído em um período extremamente curto, em apenas alguns meses, desde a consulta do projeto até a colocação em funcionamento. "Depois de apenas 8 semanas, já foi atingida 70% da capacidade máxima de produção", diz Vos.

"Estamos satisfeitos por termos expandido o círculo dos nossos clientes satisfeitos com a Daerden e desejamos ao Sr. Vos e à sua equipe um futuro de sucesso", acrescenta Philippe Marrie.

Mostrar PDF

Produktbild Referenz Daerden 2019 1
Produktbild Referenz Daerden 2019 2
Produktbild Referenz Daerden 2019 3
Produktbild Referenz Daerden 2019 4
Produktbild Referenz Daerden 2019 5
Produktbild Referenz Daerden 2019 6
Produktbild Referenz Daerden 2019 7